sexta-feira, 7 de junho de 2013

Silêncio das Inocentes




Título no Brasil: Silêncio das inocentes
Ano de lançamento: 2010
Gênero: Documentário sobre a Lei Maria da Penha
Duração: 53 minutos
Classificação: Não consta

O documentário Silêncio das Inocentes conta a história da criação da Lei Maria da Penha (Lei11.340/2006) e da luta das mulheres contra a violência doméstica e familiar. 
Para retratar a triste realidade social da violência contra as mulheres no Brasil, o documentário traz depoimentos de vítimas, autoridades e especialistas no tema, buscando lançar uma luz sobre o problema bem como incentivar o debate. 
O silêncio que cerca a violência no ambiente familiar impede que os dados levantados revelem corretamente a magnitude deste fenômeno social e o perfil das vítimas. 
Para romper o silêncio que envolve a violência doméstica, faz-se necessário um processo de mobilização social contra a violência nas famílias. Este documentário pretende estimular a discussão, contribuindo para fortalecer o discurso de combate à violência contra as mulheres, principalmente, aquela que é perpetrada no âmbito familiar. 

Opinião
Escolhi este documentário para assistir por curiosidade. Entretanto, ao conhecê-lo fiquei tocada pela grandeza das informações e principalmente pelos relatos das mulheres vitimas da violência doméstica.
Mostra também a luta da Maria da Penha, a mulher responsável pela efetivação da lei que hoje, carrega o seu nome. Maria relata seu sofrimento, luta, e as dificuldades pelas quais passou, também outras mulheres deixam em seus depoimentos as marcas do que um dia sofreram, e a insegurança, o medo, a ameaça e a humilhação pelas quais passaram.
Alguns relatos são feitos por parentes das vítimas que tiveram suas vidas acabadas pelo sentimento de posse que alguns de seus “companheiros” possuem.
O documentário além de emocionar e indignar, também nos faz refletir sobre a visão que algumas pessoas possuem a respeito da mulher, e de como algumas mulheres sobrevivem a tantos mal tratos, a tanta injustiça, a tanta violência.
É um documentário que recomendo a todos, principalmente as mulheres.
E vale ressaltar, que em algum lugar, bem perto de nós, uma mulher pode estar precisando de ajuda, de esclarecimento, de um olhar que as faça romper o silêncio. 
Recomendo muito! 

3 comentários:

  1. Olá, Ederson.
    Não tenho o documentário. Tenho acesso a ele por meio das escolas públicas estaduais do Estado do Paraná, pois o mesmo foi disponibilizado pela Secretaria de Educação para orientação de alunos e educadores.
    Online não encontrei.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho essa lei muito importante pois veio moralizar um pouco a vida sofrida de muitas mulheres que sofriam agressoes pelos maridos mas nao tinham coragem de denunciar por nao sentirem segurança por parte das autoridades que na maioria das vezes nao tomavam providencias.Temos QUE acabar com essa covardia.MULHERES nao sao saco de pancadas e merecem todo respeito quando muito pelo menos justiça.

      Excluir